+55 (67) 3546.2571
terça, 18 de maio de 2021
sábado, 3 de novembro de 2012 - 10:53

Marcos Valério volta a vincular Lula ao mensalão

O publicitário Marcos Valério Fernandes, apontado como o operador do esquema do mensalão e condenado a 40 anos de prisão no julgamento do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a vincular o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva ao escândalo.

Confira o placar do julgamento voto a voto
Conheça o destino dos réus do mensalão
Saiba o que ocorreu no julgamento dia a dia
Mensalãopédia: conheça os personagens citados no julgamento

Segundo a revista Veja e o jornal O Estado de S. Paulo, Marcos Valério, que aceitou colaborar com a Justiça em troca de uma pena mais branda, afirmou que Lula e o atual secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, foram extorquidos por um empresário que ameaçava relacionar os dois com a morte, em 2002, do então prefeito da cidade paulista de Santo André, Celso Daniel.

Valério denunciou o caso em setembro durante uma audiência no Ministério Público, na qual disse que o PT pediu para que ele atuasse para "calar" o empresário, de acordo com as edições digitais dos dois veículos.

Marcos Valério teria então se negado a subornar o empresário e um amigo pessoal do ex-presidente assumiu esse compromisso. O Ministério Público confirmou a audiência de Valério mas não deu mais informações sobre o caso. Celso Daniel foi assassinado em 2002, quando fazia parte da campanha do então candidato presidencial Lula.

O STF considerou Marcos Valério como o "operador financeiro" do mensalão ao colocar duas de suas empresas a serviço do PT, entre 2002, quando Lula venceu as eleições pela primeira vez, e 2005, quando o escândalo foi denunciado.

O Supremo considerou comprovado que as empresas de Valério foram beneficiadas com contratos fraudados de instituições públicas e que depois o dinheiro era destinado ao PT, que usou os fundos para financiar campanhas de forma ilegal e subornar parlamentares de outros partidos.

Entre os 25 réus declarados culpados no julgamento do mensalão figuram o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, um dos homens mais próximos de Lula, o ex-presidente do PT José Genoino e o antigo tesoureiro do partido Delúbio Soares.

A corte começou a ditar sentenças contra os 25 culpados na semana passada, mas interrompeu o processo até 7 de novembro, pois o relator do caso, Joaquim Barbosa, teve que viajar para a Alemanha para se submeter a um tratamento médico.


Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
17min32max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min32max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
17min30max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
18min32max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.