(67) 99869-0605
domingo, 26 de maio de 2024
quinta, 5 de setembro de 2013 - 14:05

PMA autua empresa em R$ 150 mil por incêndio em 30 hectares de matas ciliares de córrego

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu realizavam fiscalização nas propriedades rurais do município de Brasilândia e autuaram nesta quarta-feira (4) uma empresa sulco energética por incêndio em área de preservação permanente - APP. O incêndio havia ocorrido no dia 1 de setembro e havia destruído 30 hectares de área de matas ciliares de um córrego na fazenda, margeando uma estrada, pertencente á empresa.

A PMA detectou na propriedade, total descaso com a prevenção de incêndios, principalmente a falta de aceiros (que é o desbaste de um terreno em volta de propriedades, matas e coivaras, para impedir propagação de incêndios), que contribuiu para o início e propagação do incêndio. Os policiais efetuaram um auto de infração administrativo e multaram a empresa, que tem domicílio jurídico em Brasilândia, em R$ 150.000,00. Os responsáveis também responderão por crime ambiental. A pena para a destruição de área de preservação permanente é de um a três anos de detenção.
Veja Também
Comentários