(67) 99869-0605
domingo, 26 de maio de 2024
segunda, 9 de setembro de 2013 - 08:25

Saiba como dar fim às rugas e marcas ao redor da boca

Lábios carnudos e jovens, sinais de evidente jovialidade e beleza, vão dando lugar, com o passar do tempo e, algumas vezes, de modo
precoce, a características relacionadas ao envelhecimento. "No caso das mulheres, rugas, manchas, perda de volume dos lábios, sulcos
marcados são apenas alguns dos problemas que podem surgir nesta área do rosto, tirando a graciosidade e a beleza da região da boca", diz o
cirurgião plástico Ruben Penteado, diretor do Centro de Medicina Integrada.

As alterações na região da boca encontram nos recursos da cirurgia plástica e da dermatologia importantes aliados. Técnicas pouco invasivas
oferecendo resultados naturais e seguros são atualmente utilizadas para resgatar a beleza da região da boca. As mudanças nos lábios podem
ser temporárias ou definitivas. Há mais de 300 materiais que podem ser usados para o preenchimento labial, como o ácido hialurônico, o
dimetilsiloxane, o metacrilato, dentre muitos outros. "Uma avaliação criteriosa da paciente e bom senso na utilização dos diversos recursos e
tratamentos disponíveis são fundamentais neste processo", destaca Ruben Penteado.

Para acabar com as rugas acentuadas ao redor da boca, advindas de fatores genéticos, exposição solar, tabagismo, dentre outras razões, há

o preenchimento, que pode ser feito com ácido hialurônico, plasmagel ou mesmo gordura da própria paciente. Os preenchimentos temporários

costumam durar até seis meses e são indicados para aquelas que evitam fazer mudanças bruscas.

Já para os sulcos ao redor da boca - "bigode chinês"-, que dão ao rosto um ar de tristeza e envelhecimento, diversos recursos de
preenchimento podem ser empregados. Uma solução para o problema é preenchê-las com a aplicação da própria gordura da paciente, retirada
de alguma parte do corpo com pequeno acúmulo de gordura, como a região medial dos joelhos. O emprego de gordura da própria paciente tem como vantagem um menor custo e a inexistência de reações adversas, uma vez que é um material do próprio organismo. "A aplicação da
toxina botulínica também leva a uma melhora da região e a uma elevação suave dos cantos da boca", explica o cirurgião, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Para melhorar o aspecto de lábios muito finos e sem expressão, é possível recorrer a um procedimento cirúrgico nesta área, denominado

queiloplastia. "A cirurgia promove a inversão dos lábios, a partir da parte interna da região e constrói um novo contorno. Primeiro, o cirurgião

plástico faz uma incisão na linha que contorna os lábios e, em seguida, retira uma faixa de pele milimétrica logo acima e abaixo, unindo-a com

a mucosa interna", explica Penteado.

A cirurgia é feita sob anestesia local associada à sedação e dura cerca de 45 minutos, não havendo a necessidade de internação. Durante a

primeira semana de pós-operatório, indica-se a ingestão de alimentos líquidos e pastosos, já que a região fica dolorida. A exposição ao sol é

proibida por um mês para evitar que a cicatriz escureça. "Mesmo assim, recomendamos, sempre, o uso de protetores labiais, que garantem a

umidificação dos lábios e a fotoproteção", diz o cirurgião plástico.
Veja Também
Comentários