(67) 99869-0605
segunda, 17 de junho de 2024
transpârencia | segunda, 1 de fevereiro de 2016 - 14:40

Sem licitação, Governo firma contratos de R$ 8,4 mi para recuperar estradas

Decreto de emergência permite contrato sem licitação

O governo de Mato Grosso do Sul realizou a contratação emergencial de cinco empresas para recuperação de estradas em municípios com decreto de situação de emergência. Ao todo, são seis contratos, onde serão investidos R$ 8.455.821,98 para execução de obras em 16 municípios do Estado, conforme extratos divulgados nesta segunda-feira (1) no Diário Oficial do Estado.

Com contrato no valor de R$ 959.424,41, a empresa BTG Empreendimentos, Locações e Serviços Eireli, irá realizar obras de recuperação em estradas vicinais que fazem parte da malha viária dos municípios de Bela Vista e Caracol. Por R$ R$ 1.500.940,07, a mesma empresa realizará reparos em estradas de Jardim, Guia Lopes da Laguna e Nioaque.

Pelo valor de R$ 1.501.348,57, o governo contratou a empresa Enerpav GS LTDA para realização dos mesmos serviços nos municípios de Jateí e Vicentina. Nos municípios de Aquidauana, Miranda e Dois Irmãos do Buriti, a empresa contratada é Arnaldo Santiago Me, também pelo valor de R$ 1.501.348,57.

Ainda de acordo com a publicação, com contrato de R$ 1.495.579,25, a Maracaju Engenharia e Empreendimentos Ltda realizará os reparos em estradas vicinais de Fátima do Sul, Novo Horizonte do Sul e Deodápolis. Já a empresa Terpavi Terraplenagem e Pavimentação Ltda receberá R$ 1.497.181,11 pelos mesmos serviços em Ivinhema, Batayporã e Taquarussu.

Em caráter emergencial, todos os contratos foram realizados sem uso de licitação. O prazo para execução das obras é de 180 dias,

Além das obras de recuperação de estradas, o governo estadual fez contratação direta com a empresa Sertão Comercial de Equipamentos LTDA para aquisição de material permanente (bomba d’água submersa, 4cv, 14 estágios, trifásica, 220 volts).

Situação de emergência - Ao todo, 33 municípios do Estado estão em situação de emergência por conta das chuvas constantes. São eles: Amambai, Aquidauana, Aral Moreira,  Bela Vista, Batayporã, Caarapó, Caracol, Coronel Sapucaia, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Eldorado, Fátima do Sul, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi,  Itaquiraí, Ivinhema, Japorã, Jardim, Jateí, Juti, Laguna Caarapã, Miranda, Mundo Novo,  Naviraí, Nioaque, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Rio Verde do Mato Grosso, Sete Quedas, Tacurú, Taquarussu e Vicentina..



Fonte: midiamax
Veja Também
Comentários