(67) 99869-0605
domingo, 03 de março de 2024
Governo do Estado | sexta, 8 de dezembro de 2023 - 07:37

Eduardo Riedel garante que desenvolvimento de MS vai trazer benefícios à população

O governador detalhou as ações da sua gestão na área econômica durante entrevista à CBN Campo Grande.
Fotos: Álvaro Rezende

Gestão próspera e inclusiva. Com este lema o governador Eduardo Riedel destacou que a transformação na economia do Estado, com carteira bilionária de investimentos e diversificação da cadeia produtiva promove geração de empregos e aumento da renda da população. Junto com isto o foco é deixar um grande legado na educação, com digitalização nas escolas, qualidade no ensino e qualificação profissional.

O governador detalhou as ações da sua gestão na área econômica durante entrevista à CBN Campo Grande. Ele participou da série especial “Análise e Perspectivas 23/24”. Nesta oportunidade ponderou que o foco é construir um conjunto de ações que tenha como consequência o bem-estar das pessoas.

“São dois grandes eixos. O primeiro é o bom ambiente econômico que atrair novos investimentos e negócios, gera empregos, aumenta a renda e melhora a vida das pessoas. Um desenvolvimento que não é a qualquer custo, mas sustentável. O segundo é a educação, para fazermos um sistema robusto de formação, em um processo que precisamos avançar rápido”.

Ribas do Rio Parto fábrica da Suzano - Foto Saul Schramm

Fábrica da Suzano em Ribas trouxe "boom" econômico para região (Foto: Saul Schramm)

Riedel destacou que a economia do Estado está em pleno crescimento e transformação. “Conseguimos criar um ambiente econômico positivo, que gera confiança ao mercado. Para isto uma série de ações estão sendo feitas, na capacitação de profissionais, investimentos do Estado na infraestrutura, logística, educação e segurança e medidas de desburocratização, que é tornar o Estado simples, assim o empresário tem acesso ao Governo, não fica distante de quem faz a a roda girar".

Como exemplo citou os mais de R$ 300 milhões investidos na região de Ribas do Rio Pardo, que vice um “boom” econômico devido a fábrica de celulose da Suzano. “Tem a pavimentação de Camapuã a Ribas, investimento em uma série de rodovias municipais. São recursos direcionados que levam competitividade. Se o Estado tivesse quebrado teria dificuldades para atrair empresas”.

Voucher Transportador qualifica mil motoristas no Estado (Foto: Álvaro Rezende)

Entre os principais desafios é a qualificação profissional para atender a demanda de empregos, fruto do crescimento. “Para qualificar pessoas resolvemos encontrar parceiros que já tem experiência no setor. O Estado não tem capacidade de fazer tudo. Nós pagamos mil carteiras de habilitação D e E para motoristas, pois estão sobrando vagas no mercado. Eles receberam qualificação em parceria com o Sistema S. Só neste caso foram sete mil inscritos”.

 Pensando na competitividade da economia e na renda do trabalhador, o governador resolveu manter a alíquota padrão de ICMS em 17%, apesar de outros estados aumentarem o imposto. “Não posso concordar com isto (aumentar imposto), respeito quem fez, mas temos outros caminhos mais inteligentes, que não onere a população. Podemos gastar o recurso público com mais qualidade, entregar mais com menos, por isso tive esta decisão conceitual”.

Ainda garantiu que o desenvolvimento e cadeia produtiva do Estado segue um modelo sustentável. “MS está bem posicionado na natureza das suas atividades econômicas, evoluiu para transformação, processo industrial e diversificação das cadeias. Temos o foco central na sustentabilidade”. 


 



Fonte: Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS
Veja Também
Comentários