(67) 99869-0605
sábado, 24 de fevereiro de 2024
Brasilândia | segunda, 14 de agosto de 2023 - 09:55

Empresários de Brasilândia participam de missão técnica com destino ao sul do país

Para vivenciar práticas e aprender mais sobre cooperativismo, participantes do Empretec Rural visitaram três municípios de Santa Catarina
Foto DivulgaçãoFoto Divulgação

Empreendedores de Brasilândia, município localizado no leste do estado, seguiram em missão técnica com destino a Santa Catarina, no dia seis deste mês, para visitar três municípios do estado e aprender mais sobre boas práticas em pequenas propriedades e o cooperativismo. Viabilizada pelo programa Cidade Empreendedora, executado pelo Sebrae/MS em parceria com a Prefeitura Municipal, a iniciativa mobilizou empreendedores que integraram uma das turmas do Empretec Rural no município. Durante a viagem, que se estendeu até o sábado (12), foram visitadas a Coopera A1, a Cooper Auriverde e a Cooperflor, além da Cooperativa Sulcredi e suas afiliadas. De acordo com Márcio Ohashi, analista-técnico do Sebrae/MS, o objetivo da missão é proporcionar aos empresários a vivência da rotina de cooperativas consolidadas, para que possam adquirir conhecimento teórico e prático que se tornarão ferramentas no impulsionamento de seus negócios. “A missão técnica vem como um complemento para tudo aquilo que foi trabalhado no Empretec Rural. Durante essa semana de visitas, os empreendedores puderam observar, comparar e aprender mais sobre produtores que são referência no segmento. Além disso, realizaram networking, o que é muito importante no mundo do cooperativismo”, enfatizou Márcio.

 

Produtores rurais de Brasilândia aprenderam sobre boas práticas em pequenas propriedades e cooperativismo

Para os participantes da missão, a viagem foi uma oportunidade de observar e aprender com os empreendedores rurais de Santa Catarina. “Após a motivação proporcionada pelo Empretec Rural, tivemos a oportunidade ir a Santa Catarina visitar cooperativas de vários segmentos, como suinocultura, gado bovino, gado leiteiro, fábrica de rações e demais produtores com os quais nos identificamos. Então, a partir de tudo o que vimos e aprendemos, voltamos para Brasilândia com novas ideias e novos objetivos para implantar em nossa cidade, incluindo o desenvolvimento e fortalecimento do cooperativismo”, afirmou Samuel.

No mesmo sentido, Alcides Frasneli salientou as vantagens de um cooperativismo consolidado entre pequenos produtores. “Viajamos em busca de compreender a realidade do pessoal do sul e buscar conhecer mais sobre o funcionamento das propriedades de lá. Com a visita, notei que os empresários daquela região passaram por situações muito parecidas com as que eu também passei e superaram os obstáculos por conta de uma cooperativa fortalecida. Isso é um exemplo para nós seguirmos em Brasilândia, porque nós vemos a segurança que essa associação transmite aos seus afiliados, refletindo positivamente nos ganhos e no desenvolvimento dos produtores”, relatou Alcides.

Já para Keity Nepomuceno, o destaque fica para o novo panorama proporcionado pela missão técnica aos moradores de Brasilândia. “Foi uma experiência única essas visitas que realizamos nas cooperativas. Nós conhecemos as granjas, as plantações e os processos produtivos, o que nos serviu como uma grande lição para trazer de volta. Retornamos com uma cabeça completamente diferente, principalmente com um maior direcionamento sobre como proceder na gestão dos nossos negócios, comentou Keity.

Empretec Rural

O Empretec Rural é uma vertente do já conhecido Empretec, principal programa de formação de empreendedores do mundo, que utiliza metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, ele é realizado exclusivamente pelo Sebrae desde 1994. Ao longo do programa, os participantes do programa mergulham em um ambiente de aprendizado intensivo, focado em técnicas de gestão, planejamento estratégico, inovação e resolução de problemas. Em sua versão destinada aos produtores rurais, a metodologia do Empretec é voltada para os produtores e um dos principais pontos fortes do curso é a capacidade de despertar habilidades latentes nos participantes. Muitas vezes, as pessoas não têm consciência do próprio potencial empreendedor e do impacto que podem ter em suas propriedades. O programa os desafia a abandonar o comodismo, a enfrentar limitações e a buscar novas estratégias na gestão agrícola.

Para saber mais sobre o Empretec Rural, entre em contato por meio do telefone 0800 570 0800. Já informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br

 



Fonte: Jornalismo Sebrae MS
Veja Também
Comentários