(67) 99869-0605
quinta, 30 de maio de 2024
quarta, 4 de setembro de 2013 - 14:10

364 dos 400 médicos cubanos vão para o Norte e o Nordeste

Os municípios do Norte e Nordeste do País devem receber 364 dos 400 profissionais de saúde cubanos que começam a atuar no Brasil a partir do próximo dia 16, por meio do Programa Mais Médicos. Eles passam por um curso com duração de três semanas e ainda serão submetidos a uma avaliação antes de serem encaminhados aos municípios. O balanço foi divulgado ontem pelo Ministério da Saúde, em Brasília.

Os selecionados, que representam 91% dos médicos de Cuba que desembarcaram no Brasil, vão atuar em unidades básicas de saúde de 187 localidades. Para o Nordeste, seguem 201 deles que clinicarão em 105 municípios e um distrito indígena. A região Norte vai receber 123 profissionais distribuídos em 69 municípios e 12 distritos indígenas.

O primeiro grupo de 400 médicos cubanos que veio atuar no Brasil atende 29,4% das 701 cidades que deixaram de ser selecionadas por profissionais no chamamento individual do Mais Médicos: 334 devem ser mobilizados para 182 municípios com 20% ou mais da população em situação de extrema pobreza; 26 irão para 24 regiões metropolitanas e 40, para 13 distritos indígenas.

Até o final do ano, mais 3.600 profissionais cubanos chegam ao Brasil para ocupar os postos remanescentes, após novas rodadas de chamamento individual de brasileiros e estrangeiros. “Quando os estrangeiros chegam aos municípios, começa o processo de supervisão do trabalho desses médicos nos municípios e avaliações regulares do trabalho deles pelos supervisores”, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

1/6 das inscrições

O Ministério da Saúde divulgou balanço preliminar da segunda rodada de inscrições individuais no Mais Médicos. A segunda rodada teve cerca de um sexto das inscrições providenciadas na primeira rodada. Enquanto o primeiro mês de adesões atraiu o interesse de 18.450 profissionais, que cumpriram a pré-inscrição, na segunda rodada, 3.016 médicos foram inscritos, 1.414 já com atuação no Brasil e 1.602 com atuação no exterior. Dos 3.016, 951 finalizaram a apresentação da documentação. Os demais têm até hoje para finalizar as inscrições. Por outro lado, novos 514 municípios inscreveram-se, pedindo mais 1.165 médicos pelo programa. A nova demanda eleva para 16.625 vagas demandadas pelas prefeituras.
Veja Também
Comentários