(67) 99869-0605
quinta, 22 de fevereiro de 2024
terça, 30 de outubro de 2012 - 14:03

Saiba o que fazer se comprar um alimento impróprio para consumo

Neste ano, a Vigilância Sanitária de Bauru (SP) recebeu várias denúncias de problemas com produtos alimentícios. Em fevereiro, um homem foi socorrido depois de comer um pão com pedaços de vidro. Em abril, uma mulher fez um boletim de ocorrência depois de encontrar fragmentos de vidro numa lasanha comprada em um restaurante.

E mais, em maio outra consumidora também registrou um boletim de ocorrência na polícia depois de encontrar um pedaço de barbante de onze centímetros dentro de um pão comprado na padaria de um supermercado.

Quem compra algum alimento e verifica depois que ele está impróprio para o consumo pode voltar ao local da compra, mas a Vigilância Sanitária pede para que o consumidor denuncie a situação. A partir dos dados é feita uma inspeção no local onde o produto foi adquirido.

Segundo Aline Céspedes, diretora da Vigilância "o local que vendeu o produto deve passar por inspeção, se o alimento for industrializado o lote é recolhido e levado par análise. O estabelecimetno pode ser multado e os produtos apreendidos e inutilizados. É possível até que o local seja interditado dependendo da quantidade e gravidade da situação", explica.

Além da Vigilância, o consumidor pode procurar a Polícia Civil que pode abrir um inquérito e investigar o caso. Segundo o delegado Dinair José da Silva, o boletim pode ser feito o quanto antes em qualquer delegacia ou plantão policial. "Oferecer um alimento impróprio para consumo é um crime contra a relação de consumo e contra a saúde pública, punível, se condenado, de quatro a oito anos", ressalta Dinair.
Veja Também
Comentários