(67) 99869-0605
quinta, 30 de maio de 2024
segunda, 9 de setembro de 2013 - 17:05

Vigilante que matou a menina de 6 anos já havia atropelado outra pessoa em Três Lagoas

O rapaz identificado como Janio Jorgino dos Santos de 36 anos, é vigilante de uma empresa de segurança, estava embriagado quando atropelou a menina e fugiu sem prestar socorro a vítima. Na fuga ele teria deixado o carro na residência de um familiar na Rua Rayldo Oliveira Gomes, Bairro Jardim Alvorada. Porém o acusado não obteve sucesso na tentativa sendo preso instantes depois pela polícia nas proximidades do local.

A polícia teve que intervir na ação de populares que tentaram linchar o vigilante. Conforme informações da policia civil Janio confessou o uso de bebida alcoólica e no teste do bafômetro foi registrado 0,93 mg/l de álcool no sangue.

Segundo o Delegado Thiago Passos esse não foi o primeiro delito do acusado, e a ação da polícia "Foi uma resposta enérgica a população" completa. 

Os crimes

O primeiro incidente aconteceu no dia 06 de julho deste ano, Janio bateu na traseira de um ciclista quando o mesmo cruzava a Rua Ayrton Sena, no Bairro Vila Alegre. O idoso de 66 anos identificado como Diomar Paulo Soares sofreu lesões no corpo e foi socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel), mais uma vez o acusado fugiu do local sem prestar socorro a vítima.

O boletim foi registrado como Lesão Corporal Culposa na direção de veículo, ou seja, quando não há intenção de matar. Janio alegou que conhecia o idoso e que no outro dia foi a casa do mesmo verificando se ele necessitava de alguma coisa, o rapaz também disse que fugiu por medo de ser agredido por populares.

O segundo acidente aconteceu na noite de ontem (domingo 8), na Avenida Capitão Olinto Mancini, no Bairro Parque das Mangueiras, em Três Lagoas. A vítima Isabel Santos Saltiva estaria seguindo na via com seu primo de 12 anos, ela estava indo entregar o convite da sua festa de aniversário à uma amiga, que mora nas proximidades do ocorrido, quando o acusado que dirigia o veículo Uno, perdeu o controle do carro e atropelou a criança.

Conforme informações o rapaz perdeu o controle do carro ao tentar fazer uma conversão e acabou atingindo a criança, a mesma foi arrastada por cerca de 20 metros e arremessada contra um poste a menina morreu na hora.

O acusado novamente fugiu sem prestar socorro às vítimas.

A investigação

O delegado Thiago Passos solicitou a imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos ao local, e a pericia técnica vai apurar a velocidade do veículo.

Janio vai responder em regime fechado por Homicídio Doloso, quando há intenção de matar, o crime é inafiançável, o rapaz permanece no presídio de segurança média da cidade.
Comentários