(67) 99869-0605
sexta, 19 de julho de 2024
Policia | terça, 2 de fevereiro de 2016 - 10:00

Pelas costas: com ciúmes da namorada, rapaz degolou jovem na Praça do Rádio

Caso foi uma emboscada feita sob ameças

O casal Kielvnn de Morais de 24 anos e Iris Adriana Barbosa da Silva, 22, foram presos pelo assassinato da jovem Thais Giedry Borges dos Santos, 22, ocorrido na noite deste domingo (31) na Praça do Rádio Clube em Campo Grande.

Os dois foram presos no final da tarde desta segunda-feira (1) em Ribas do Rio Pardo, cidade a 97 quilômetros de Campo Grande, onde moravam. As prisão foi feita pela Sig DPC (Setor de Investigações do Departamento de Polícia da Capital) e Sig da Primeira Delegacia chefiadas pelos delegados Bruno Urban e Miguel Said.

Kielvnn que já tem uma passagem por homicídio em 2009 quando adolescente e apresentou frieza nos primeiros depoimentos é o autor da facada que degolou a jovem. Thais trabalhava em uma pastelaria na Afonso Pena, em frente à praça onde ocorreu o crime.

O motivo da emboscada feita mediante ameaças de morte era por ciúmes de Iris que, mesmo casada com Kielvnn, vinha de Ribas do Rio Pardo para se encontrar com Thais.

Caso

Após o caso que teve com Thais, Iris foi morar em Ribas do Rio Pardo onde trabalhou como garota de programa. Na cidade, a jovem conheceu Kielvnn com quem casou e deixou de fazer programas. Os dois inclusive tiveram uma filha que hoje tem nove meses. Porém, mesmo casados, Iris trocava mensagens e se encontrava com Thais na Capital.

Kielvnn descobriu as mensagens que ambas trocavam e começou a ameaçar Iris. Sob ameaças de morte, de acordo com a polícia, Iris alega que foi obrigada a forjar um encontro com Thais na Praça do Rádio Clube.

Os dois vieram para Campo Grande em uma moto Yamaha Fazer junto com a bebê de nove meses. O casal chegou na noite deste domingo, e foram para a praça. Lá, Iris ligou para Thais e disse que estava com a filha de nove meses, afilhada de Thais. Iris contou que a menina estava doente e gostaria que ela visse a criança. As duas conversavam em um banco, em um local sem iluminação, quando Kielvnn chegou por trás, pegou no cabelo de Thais e a degolou.

A jovem ainda tentou correr em direção a Afonso Pena, porém caiu já morta antes de chegar na Avenida. Após o crime, os dois, com a filha, voltaram para Ribas onde chegaram por volta das duas horas da manhã. O casal então passou na casa de dois conhecidos, e, em uma delas, Kielvnn pegou roupa emprestada e escondeu a faca em um barraco, na frente da residência.

Posteriormente eles foram pra uma chácara que fica a cinco quilômetros da zona urbana de Ribas. De acordo com a Polícia Civil, o dono da fazenda não sabia sobre o crime. A polícia chegou até o casal, após a mãe de Iris contar que Kielvnn tinha ciúmes de Thais e inclusive já havia ameaçado matar Thais e outros dois amigos da Iris.

Após conversarem com a mãe de Iris, as equipes de investigação localizaram as pessoas que deram cobertura ao casal em Ribas do Rio Pardo. Eles responderão por favorecimento pessoal.

Durante a chegada da polícia na fazenda, os dois correram e Kielvnn, segundo a polícia, usou a filha de nove meses como “escudo”, com medo de ser atingido por algum tiro. Os dois foram presos e levados para a Primeira Delegacia da Capital. O casal responderá por homicídio qualificado que dificultou a defesa da vítima por emboscada e concurso de pessoa. A bebê de nove meses está sob a guarda da avó, mãe de Iris.



Fonte: midiamax
Comentários