+55 (67) 3546.2571
terça, 18 de maio de 2021
terça, 30 de outubro de 2012 - 12:30

Sojicultores de MS entram na etapa final do plantio da soja

Sonora, Coxim, Nova Alvorada do Sul, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Bandeirantes, Costa Rica e Chapadão do Sul. Essas foram as oito cidades visitadas pelos técnicos da Aprosoja/MS a fim de verificarem com anda o processo de plantio da soja na região centro/norte de Mato Grosso do Sul. Tais municípios cultivam aproximadamente 825 mil hectares da oleaginosa e estão com mais de 40% do território já produzidos. Bandeirantes, Costa Rica e Chapadão do Sul apresentam mais da metade da área cultivada.

O levantamento feito pela Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul – Aprosoja/MS, em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – Famasul, Secretaria Estadual de Produção e Turismo – Seprotur e com recursos do Fundo de Desenvolvimento das Cadeias do Milho e Soja de MS – Fundems, abrangeu também doze cidade que integram o cone sul de MS, das quais Rio Brilhante e Maracaju foram destaque devido à grande evolução, em relação ao ultimo levantamento realizado na semana anterior, apontando 35% e 42% de aumento no total da área de plantio, respectivamente.

Outros índices que também foram identificados pelos técnicos mostram Amambai, Caarapó, Douradina, Naviraí e Ponta Porã variando entre 60% e 75% de cultivo; Aral Moreira, Bandeirantes, Costa Rica, Dourados, Fátima do Sul, Itaporã, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia, entre 40% e 59%; e Coxim, Nova Alvorada do Sul e Sonora, de 20% a 30% de área confirmada. “Este menor percentual plantado nos municípios de Coxim e Sonora se dá devido à pluviosidade ter sido em menor quantidade se comparado à outros locais visitados, onde entre os dias 15 a 19 de outubro a quantidade da chuva variou entre 30 a 80 milímetros”, explica Almir Dalpasquale, presidente da Aprosoja/MS.

Almir finaliza dizendo que “o plantio da soja vem evoluindo com a incidência das chuvas, fator limitante na tomada de decisões para os agricultores, uma vez que sem a umidade ideal no solo, as sementes não têm condições de germinação”.

Breve histórico

A produção de soja em Mato Grosso do Sul evoluiu 876% nos últimos 30 anos. De 472 mil toneladas do grão na safra de 1977/1978 a última safra contabilizou 4,6 milhões de toneladas. A área plantada partiu de 494 mil hectares, no final na década de 70 para 1,8 milhão de hectares e deve aumentar em 14% na safra de 2012/2013, chegando a 2,1 milhões de hectares. O aumento se dará principalmente sobre áreas de pastagens degradadas. 

O projeto - O projeto Siga/MS, desenvolvido desde a safra 2009/2010, apura estatísticas agropecuárias por meio de utilização de sensoriamento remoto, com uso de imagem de satélites, e levantamento de campo.

Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
17min32max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min32max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
17min30max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
18min32max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.