(67) 99869-0605
segunda, 17 de junho de 2024
economia | quinta, 4 de fevereiro de 2016 - 13:55

Clientes aguardam lançamentos e venda de veículos novos despenca em MS

Fenabrave aponta queda de 36% nas vendas durante janeiro

As vendas de veículos novos em Campo Grande acompanharam tendência nacional e despencaram no começo de 2016. Nas concessionárias, as estimativas apontam 21% de queda nos resultados durante janeiro quando comparados com os números do mesmo período em 2015. Já houve cortes e o setor aposta nos lançamentos das montadoras para inverter a situação.

Segundo levantamento da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores) o setor automobilístico brasileiro vem sentindo os reflexos da crise financeira e nos últimos três meses sofreu quedas seguidas nos índices de venda de veículos novos.

Hamilton Barroso, gerente de uma das maiores concessionárias de Campo Grande, confirmou a queda que passou dos 20% em relação ao mês de janeiro do ano passado. Segundo ele, algumas empresas chegaram até mesmo a reduzir o número de funcionários e adotaram medidas para cortar gastos devido à retração do mercado.

No entanto, ele acredita que com algumas medidas tomadas pelas montadoras o quadro seja revertido nos próximos meses. Hamilton afirmou que no início do ano a aposta dos fabricantes é no lançamento de novos modelos e também na adoção de algumas medidas que facilitem o financiamento como juro zero e outros atrativos aos clientes.

Tendência Nacional

Em comparação com janeiro de 2015, no setor de automóveis em janeiro deste ano, a baixa foi de 36,33%, com retração de 32,05% desde dezembro, para os modelos mais populares. No entanto, a Fenabrave também constatou que no setor das marcas premium, que vendem carros acima de R$ 100 mil não houve queda e sim um crescimento de 20%.

No entanto, nem mesmo na venda dos carros mais caros Campo Grande registrou bons resultados. Embora a pesquisa nacional tenha detectado um aumento nas vendas, na Capital de Mato Grosso do Sul a situação não se repetiu. Em uma das concessionárias especializadas em veículos Premium da cidade, o gerente de vendas disse que a queda foi sentida.

“O mercado não está parado, mas já dá pra sentir que houve uma queda sim. Todos os segmentos sentiram o reflexo da crise e os nossos clientes certamente preferem aguardar um pouco mais pela estabilização da economia no País e até mesmo pelo lançamento de novos modelos”, afirmou.



Fonte: midiamax
Veja Também
Comentários