(67) 99869-0605
sábado, 24 de fevereiro de 2024
Economia | sexta, 9 de junho de 2023 - 20:14

Dólar atinge a menor cotação em um ano, fechando a semana em R$ 4,87

A moeda americana voltou a recuar ante o real nesta sexta-feira (9), após dados negativos da China
Esta é a menor cotação de fechamento desde 7 de junho de 2022, quando encerrou a R$ 4,8741 17/07/2022REUTERS/Dado RuvicEsta é a menor cotação de fechamento desde 7 de junho de 2022, quando encerrou a R$ 4,8741 17/07/2022REUTERS/Dado Ruvic / Foto: Ilustração

Em uma sessão entre o feriado e o fim de semana, o dólar à vista voltou a recuar ante o real nesta sexta-feira (9) e atingiu o menor valor em um ano, após dados negativos da China elevarem a perspectiva de que o governo chinês poderá dar suporte à sua economia — o que é positivo para divisas de países como o Brasil.

O dólar à vista fechou o dia cotado a R$ 4,8761 na venda, com baixa de 0,98%. Esta é a menor cotação de fechamento desde 7 de junho de 2022, quando encerrou a R$ 4,8741.

Na B3, às 17h08 (de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 1,12%, a R$ 4,8970.

Na noite de quinta-feira (8), a Agência Nacional de Estatísticas da China informou que o índice de preços ao produtor de maio caiu pelo oitavo mês consecutivo, a uma taxa de 4,6%. Esse foi o declínio mais rápido desde fevereiro de 2016 e maior do que a expectativa de queda de 4,3% em pesquisa da Reuters.

Enquanto a inflação tem demonstrado fraqueza na China, ela tem apertado a demanda por produtos nos EUA e na Europa. Assim, alguns analistas avaliam que o banco central chinês poderá cortar juros em sua reunião da próxima semana, para dar suporte à economia.

Com isso, os preços de algumas commodities, como o minério de ferro, encontraram suporte nesta sexta-feira, assim como diversas moedas de países exportadores de matérias-primas, como o real.

 



Fonte: Da Reuters
Veja Também
Comentários