(67) 99869-0605
sexta, 21 de junho de 2024
economia | quinta, 4 de fevereiro de 2016 - 15:45

Educação e habitação impulsionam inflação de janeiro na Capital

Ensino superior registrou aumento de 11,68%

Os preparativos para a volta ás aulas e os gastos com habitação impulsionaram a inflação de janeiro em Campo Grande, que fechou o mês em 1,47%, quase o dobro do último mês de 2015, quando o índice ficou em 0,84%. O cálculo é feito em cima do Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC/CG) pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas (NEPES) da Uniderp.

Segundo o coordenador do NEPES da Uniderp, Celso Correia de Souza, o resultado foi influenciado pelo aumento das mensalidades escolares, que atingiram altos índices devido à inflação de 2015 ter sido muito elevada, e também pelos significativos reajustes na taxa de água e esgoto, que tem um peso relevante na composição da inflação. “O grupo Alimentação continua influenciando muito a inflação da cidade devido aos fatores climáticos adversos que provoca o aumento de diversos produtos”, disse.

A educação foi responsável por 9,91% do cálculo, sendo que o ensino superior registrou aumento de de 11,68% e contribuição de 0,40% e o ensino fundamental com alta de 13,27% e contribuição de 0,20% A alimentação, que sempre está no topo da inflação, correspondeu a 1,34%, a habitação 1,29%, com elevação de 10,30% e colaboração de 0,38% nas taxas de água/esgoto; saúde com 0,96%, entre outros, com as taxas de O grupo vestuário apresentou deflação neste mês de -0,18%.

Apesar dos aumentos, a inflação de janeiro de 2016 ainda é menor do que a do mesmo mês de 2015, quando o percentual fechou em 1,78%.

Inflação acumulada 

A inflação acumulada nos últimos doze meses em Campo Grande é de 11,07%, acima do teto da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 6,5% e do centro da meta, de 4,5%. 

Apesar da inflação de janeiro ter sido alta, o pesquisador da Uniderp sinaliza que “a inflação de 2016 pode ser menor do que a inflação de 2015, quando chegou a 11,41%”.



Fonte: midiamax
Veja Também
Comentários