(67) 99869-0605
sexta, 12 de abril de 2024
quinta, 24 de maio de 2018 - 15:30

Com produção parada nos sítios, começa a faltar leite até em escolas

Dono de laticínio diz que hoje conseguiu atender consumidores com leite que chegou à indústria, mas com caminhões parados prevê desabastecimento já a partir de amanhã

O estoque de leite e derivados do principal laticínio da região está no final e o desabastecimento deve começar ainda nesta quinta-feira em mercados e padarias de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. Até mesmo escolas devem ficar sem leite amanhã, informou ao Campo Grande News o proprietário do Laticínio Camby, Antônio Nogueira.

“Hoje já começamos a ter problema para abastecer o comércio e para captação de leite dos produtores. Temos caminhões parados nas barreiras pelo estado e já reflete aqui em Dourados. Hoje ainda temos um pouco de leite para trabalhar na fábrica, mas é pouca coisa”, afirmou o empresário.

Segundo ele, o risco de desabastecimento ameaça escolas que recebem leite para a merenda dos alunos e alguns hospitais atendidos pela Camby. “Nem por isso achamos que o movimento é injusto. Estamos pagando o preço. O movimento poderia ser feito de outra maneira, mas é assim que está acontecendo e não temos como mudar o rumo das coisas”, disse Nogueira.

O empresário disse que o leite começa a sobrar nas propriedades rurais, mas ainda não tem informação de está sendo descartado pelo produtor por não ter como escoar a produção. “Hoje a maioria dos nossos caminhões não chegou para descarga, só conseguimos trazer um pouco de leite por uma região que não tem bloqueio. Se a greve continuar o produtor não tem o que fazer a não ser jogar o leite fora”.



Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários