(67) 99869-0605
quinta, 30 de maio de 2024
quinta, 5 de setembro de 2013 - 17:10

Mobilização consegue atendimento para menino com o corpo tomado por bolhas

Uma mobilização conseguiu atendimento médico para o menino de 4 que sofre com doença que provoca bolhas pelo corpo, no município de Coronel Sapucaia, fronteira com o Paraguai. Segundo o diretor do Lar Cristo Redentor, Aristides Montania, a criança foi internada hoje (5) pela manhã, no Hospital Regional. “Ontem à noite retiramos a família do barraco de lona onde viviam, levamos para um hotel, demos comida e roupas. Hoje fomos até o Hospital e conseguimos o atendimento para ele”, disse Montania.

O site Dourados News conversou com a médica pediatra Graciela Aquino, que atendeu o menino. Ela disse que o quadro de Sérgio é estável, apesar dele estar desnutrido e com lesões infeccionadas. “A gente vê que há lesão extensa desde o couro cabeludo até o pé. Um quadro que, em uma análise preliminar, parece ser de dermatite seborreica difusa. Algumas lesões já apresentam infecção moderada e grave pela extensão. Além disso, está desnutrido. Pesa 13kg quando o ideal na idade dele seria 18kg. Ele vai permanecer internado, mas está estável, comunicativo, hidratado. Está sendo medicado para dor e também com antibióticos para controle da infecção na pele”, explicou a médica. 

O garoto permanece internado até que o diagnóstico seja concluído e o hospital o direcione para alguma unidade de saúde onde tenha o tratamento adequado disponível, já que não foi confirmado ainda que ele sofre de pênfigo, doença conhecida popularmente como fogo selvagem. O caso repercutiu em vários municípios e, inclusive, em outros Estados, com várias pessoas se dispondo a ajudar a família. “Muitas pessoas fizeram contato com a gente de várias cidades e também de outros Estados. Ficamos até surpresos com o tamanho da mobilização. Perguntam no que podem ajudar, com que tipo de doação, e neste primeiro momento estamos pegando o contato de todos. Primeiro queremos garantir a saúde da criança, e depois vamos precisar de doações para acomodar a família e comprar remédios, e tem muita gente disposta, ficamos muito felizes e agradecemos”, disse Montania, que ainda relatou o interesse de um voluntário em doar uma casa para a família.

Doações e ajuda

Para quem quiser ajudar a família com doações, basta entrar em contato com Aristides Montania por meio dos telefones (67) 99529070 / 99494019.
Veja Também
Comentários