(67) 99869-0605
quinta, 30 de maio de 2024
sexta, 6 de setembro de 2013 - 17:10

Delcídio diz que bancada quer mais recursos para ampliar FDCO

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) afirma que a bancada de senadores e deputados que representam Mato Grosso do Sul em Brasília está trabalhando em conjunto para garantir o maior volume possível de recursos ao Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO).

“Eu não tenho dúvida que a area econômica do governo federal vai nos atender. O ministro Guido Mantega (Fazenda) está absolutamente convencido
da importância do fundo e da necessidade dos recursos para atender o crescimento do Centro-Oeste, especialmente o setor industrial , que é uma luta antiga da FIEMS (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). O ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) e a competente equipe comandada pelo superintendente Marcelo Dourados estão fazendo um esforço extraordinário na Sudeco ( Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste). Temos já encaminhado um dos projetos mais importantes para o nosso estado e para o país, a duplicação da Eldorado Celulose, em Três Lagoas, que traz consigo toda uma logística de ferrovia, hidrovia e de porto, absolutamente alinhada com aquilo que o FDCO determina. Por isso, não tenho dúvida de que atingiremos nosso objetivo”, observou Delcídio, durante a 3ª reunião ordinária do Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste ( Condel/Sudeco) realizada nesta sexta-feira, 6 de setembro, no Centro de Convenções Rubens Gill de Camillo, em Campo Grande.

O senador integrou a comitiva do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que veio de Brasília para o encontro. Na reunião que contou com a presença do governador André Puccinneli, dirigentes da SUDECO e representantes dos estados do Centro-Oeste, foram definidas as prioridades para aplicação dos recursos do FDCO e do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) no exercício de 2014. Delcídio foi o relator do projeto de criação do FDCO no Senado.

Recursos – O ministro Fernando Bezerra anunciou que os estados do Centro-Oeste vão receber até o final do ano investimentos de R$ 1,4 bilhão para serem aplicados no FDCO. Em Mato Grosso do Sul, a fábrica Eldorado Celulose de Três Lagoas será uma das contempladas. A empresa apresentou a Sudeco carta proposta no valor total de R$ 1,4 bilhão para duplicar a capacidade de produção de sua fábrica em Três Lagoas. Desse total, a empresa pede a liberação de R$ 700 milhões até dezembro e os R$ 700 milhões restantes em 2014, segundo o diretor José Carlos Grubisich. Voltado para financiar investimentos em infraestrutura e logística, o FDCO também é usado para modernizar os empreendimentos comerciais, agropecuários e industriais.

Além dos valores previstos para o FDCO, também serão disponibilizados recursos no valor total de R$ 5,5 bilhões para o FCO este ano. Deste total, R$ 2,9 milhões já foram liberados para os três estados do Centro-Oeste, além do Distrito Federal. “O FCO vai atender especificamente setores agroindustriais e da agricultura que precisam do incentivo e da ajuda do governo Federal”, revelou o ministro.

Depois de almoçar em Campo Grande, a comitiva do Ministério da Integração Nacional seguiu para Três Lagoas, onde visitou as instalações da Eldorado Papel e Celulose.


Veja Também
Comentários