(67) 99869-0605
sexta, 21 de junho de 2024
Politica | terça, 2 de fevereiro de 2016 - 13:30

Discursos de vereadores sobre relação com Bernal vão de elogios até “buracos na alma”

Câmara retomou trabalhos legislativos nesta terça-feira

A sessão de retomada dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal desta terça-feira (2) reuniu dos mais diversos discursos sobre a relação dos vereadores com o atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Teve quem elogiou sua gestão e até mesmo quem definiu antigas trocas de ofensa como “buracos na alma” e falas sobre “falsos amigos”.

Membro da base aliada do prefeito, a vereadora Luiza Ribeiro (PPS) iniciou os discursos falando da relação complexa entre vereadores e prefeito e ressaltou a complexidade da legislatura. Ela terminou seu discurso elogiando a atuação do prefeito. “Bernal assumiu as finanças da prefeitura em fase de desequilíbrio, mas conseguiu equilibrar as contas da cidade. Vale lembrar também que em pouco tempo de gestão conseguiu acabar com duas greves, dos professores e dos médicos”.

Livio Viana (PSDB), discursou sobre a relação entre vereadores e prefeito, em falas que pareciam mais relacionadas com os problemas no asfalto de Campo Grande. “Quando duas pessoas se ofendem, cria-se um buraco na alma. Quando isso acontece, é preciso estender a mão um ao outro. Isso jamais pode ser adiado, para que o problema não fique ainda mais elevado. Os buracos precisam ser tapados antes que aumentem com o tempo”, disse.

Para Vanderlei Cabeludo (PMDB), a equipe de Bernal ainda precisa demonstrar muito mais resultados. Ele citou o problema de estradas vicinais, que dificulta o acesso de pequenos produtores, além de problemas como dengue, buracos. Para finalizar, pediu que o prefeito dê maior liberdade para os secretários trabalharem, ressaltando que “a Câmara jamais deixou de fazer sua parte, aprovando os projetos encaminhados pela prefeitura”.

Ao discursar, o vereador Chiquinho Telles (PSD) mostrou aparente descontentamento com discursos anteriores e falou sobre colegas que se passam por amigos. “Não adianta chegar aqui e falar que tá tudo bem. Falsos amigos vendem que está tudo bem, quando há motivos para se preocuparem”.Quanto a relação de vereadores e prefeito, ressaltou problema de diálogo. “Precisamos de uma relação mais harmoniosa. Se um vira as costas para outro, isso termina em guerra. Precisamos mudar isso”, frisou.

Problemas na saúde, os buracos pela cidade e a situação dos bairros Jardim Bálsamo, Nova Jerusalém e Santa Felicidade, foram apontados por Chiquinho como fatores que a prefeitura precisa resolver. 



Fonte: midiamax
Veja Também
Comentários