+55 (67) 3546.2571
sexta, 22 de março de 2019
bataguassu
bataguassu
terça, 12 de março de 2019 - 13:30

Aprovados em concurso da PM cobram andamento de processo paralisado

Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização pediu 40 dias para dar explicação sobre o caso, mas o prazo acabou ontem (11), sem resposta

Grupo de 15 aprovados no concurso da Polícia Militar foi nesta manhã (12) à Assembleia Legislativa pedir aos deputados que cobrem da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) o andamento do processo do certame paralisado desde dezembro do ano passado.

 

 

Eles contaram que foram aprovados na prova escrita, psicológica e exame médico. Porém, ainda falta o TAF (Teste de Aptidão Física) – última fase. Cada uma dessas etapas, conforme o grupo, custou R$ 270. Dinheiro tirado do próprio bolso.

“Estamos parados sem previsão de assumir o cargo para começar a receber salário”, lamentaram. No calendário do edital, a última prova seria entre 8 e 12 de dezembro. Já a homologação no dia 21. Sem teste e homologação, os aprovados entraram em contato com a SAD. A secretaria pediu 40 dias para dar explicação sobre o caso, mas o prazo acabou ontem (11) sem resposta. As provas objetivas foram realizadas no dia 12 de agosto do ano passado. 

A SAD suspendeu no dia 3 de dezembro a 4ª etapa do concurso da PM e Corpo de Bombeiros. A etapa, que testaria a capacidade física dos candidatos, foi suspensa por "motivos de ordem técnica e força maior". A suspensão foi publicada no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul. Conforme a publicação, uma nova data seria definida em edital com horários e os locais para aplicação das provas.

 
 
 
 


Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Netshoes Temporário